Como equilibrar trabalho e vida paroquial
Como equilibrar trabalho e vida paroquial

Como equilibrar trabalho e vida paroquial

Em: 05/10/2021

Por: comunicacao

Categorias: Paróquia Sto Antonio Noticia


Participar da vida paroquial muitas vezes é um desafio para os cristãos. Afinal, nem sempre é fácil equilibrar os compromissos do trabalho com os da Igreja. Sem contar que é preciso conciliar compromissos familiares ou de estudo.

Se esta é a sua situação, então este conteúdo é para você! 

Vamos te ajudar com algumas dicas para que o teu trabalho não roube o tempo que você deve dedicar a Deus.

Porém, antes disso vamos compreender melhor a importância da vida paroquial!

A paróquia é a Casa de Deus

A paróquia possui um papel fundamental na vida dos cristãos, no desenvolvimento e no trabalho pastoral da Igreja. Contudo isso não é de agora, mas desde o início do cristianismo.

São Paulo nos traz relatos importantes que apontam para o início das primeiras comunidades cristãs, que depois se chamariam dioceses e se subdividem em paróquias. 

Por diversas vezes, em suas cartas, ele narra a constituição de pequenas comunidades como igrejas domésticas, identificadas por ele exclusivamente pela palavra “casa”. Portanto, nestas “casas” registra-se o nascimento das primeiras “paróquias”.  

Você pode conferir isso em: Romanos 16,3-5; 1 Coríntios 16,19-20; Filipenses 4,22. 

Desde então, a função das paróquias é aproximar o Evangelho do povo de Deus através do anúncio da fé e da celebração dos santos sacramentos. 

Portanto, a paróquia é uma Casa de Deus em meio às casas do Seu povo. Mais do que isso, ela é uma resposta coerente à Encarnação de Jesus Cristo, vivo e atuante na vida paroquial. 

Neste sentido, participar da vida paroquial é participar da vida ativa na Casa de Deus e nos mistérios de Jesus que vive em nosso meio.

Dicas para equilibrar trabalho e a vida paroquial

Há quem acredite que equilibrar trabalho e vida paroquial é muito difícil. Contudo, trata-se mais de uma questão de esforço por administrar o tempo do que de oportunidade. 

Vamos às dicas?! 

Determine suas prioridades

Na nossa vida nem tudo é prioridade. Logo, analise o teu dia a dia e determine aquilo que de fato é importante e o que não é. 

Obviamente que o trabalho é importante, afinal a própria Palavra de Deus nos orienta:

“Procurai viver com serenidade, ocupando-vos das vossas próprias coisas e trabalhando com vossas mãos” (1Tessalonicenses 4, 11).

Contudo, se você está buscando maneiras de se envolver mais na vida paroquial significa que intuitivamente você já determinou que isso é algo importante e necessário. 

Então, se esforce por não agendar compromissos de trabalho em horários que possam te impedir de participar mais ativamente da vida da igreja.

Jamais deixe de participar da Missa dominical

Um importante documento da Igreja nos recorda que a celebração do Mistério Eucarístico é “fonte e ápice de toda a vida cristã” (Lumen Gentium). 

Já o Catecismo da Igreja nos ensina que a celebração dominical do Dia do Senhor e da Eucaristia está no coração da vida paroquial.

“O domingo, dia em que por tradição apostólica se celebra o Mistério Pascal, deve ser guardado em toda a Igreja como a festa de preceito por excelência” (CIC 2177).

É celebrando a Eucaristia que nós acolhemos a presença viva do Senhor Crucificado e Ressuscitado, recebendo o anúncio de todo o Seu mistério de salvação.

Portanto, para começar a participar mais ativamente da vida paroquial comece do princípio: sendo fiel à santa Missa dominical. 

Ou seja, nada de agendar reuniões ou outros compromissos de trabalho aos domingos no horário que você costuma participar da santa Missa. 

Lembrando que, se você não consegue de fato participar no domingo, a partir das 17 horas de sábado a igreja já celebra a liturgia do domingo. Portanto, a celebração do sábado à noite cumpre o preceito dominical.

Faça propósitos semanais para a sua participação na vida paroquial

Além dos domingos procure participar da Santa Missa também durante a semana. 

Escolha um dia ou mais e faça o propósito de ir à igreja nestes dias. Se você puder dar um passo ainda maior participando todos os dias, muitas graças você irá experimentar! 

Se não for possível manter um compromisso assim todas as semanas, participe na semana que puder. 

Além disso, você pode participar do grupo de oração ou de novenas que aconteçam durante a semana. 

Nestes dias procure organizar seu trabalho, adiantando o que for possível, para que você consiga perseverar nestes propósitos.

Escolha participar de uma pastoral ou movimento

Dedicar-se a uma pastoral ou movimento é ótimo para quem deseja participar mais ativamente da vida paroquial e não se deixar consumir pelo trabalho. 

Portanto, procure conhecer as pastorais e movimentos da sua paróquia para identificar qual delas mais desperta o teu interesse.

Converse com o pároco, com o coordenador ou com paroquianos que já participam de determinadas pastorais para compreender bem como cada uma serve a Igreja.

Reorganize sua agenda para vida paroquial

Uma agenda pode ser útil não apenas para os teus compromissos de trabalho ou pessoais. Ela pode te ajudar a organizar melhor também a tua vida pastoral.

Existem compromissos de trabalho ou até de estudo que você pode evitar de marcar em horários nos quais você pode estar se dedicando a Deus. 

Por isso, comece a reorganizar sua agenda. 

Neste momento lembre-se sempre de que você elegeu a vida paroquial como uma das suas prioridades. 

Além disso, tenha em mente os dias nos quais você se propôs a participar da santa Missa semanal e dos compromissos com a pastoral e movimento que você escolher fazer parte. 

Como você pôde observar, são atitudes simples que podem te ajudar no comprometimento com a vida paroquial. Que tal começar agora mesmo a organizar seu tempo? 

Aproveite e compartilhe este conteúdo com alguém que também gostaria de ser mais ativo na vida paroquial! 

Comentar