Dom Bosco de Joinville lança Feira da Bondade todas as sextas-feiras
Dom Bosco de Joinville lança Feira da Bondade todas as sextas-feiras

Dom Bosco de Joinville lança Feira da Bondade todas as sextas-feiras

Em: 12/02/2022

Por: comunicacao

Categorias: Obras Sociais Notícia Destaque


A Feira da Bondade é uma iniciativa do Setor de Projetos juntamente com a Captação de Recursos do Centro Educacional Dom Bosco e tem como objetivo arrecadar fundos para ajudar a cobrir as despesas mensais da Instituição.

Lembramos que o Centro Educacional Dom Bosco é uma obra social sem fins lucrativos e de caráter educacional, beneficente, cultural e de assistência social.

A responsável pela captação de recursos, Gilcéia Krüger, nos explicou que a Feira da Bondade surgiu a partir de uma necessidade: criar um ambiente de acolhida aos benfeitores e às pessoas que querem conhecer a obra. Além disso, a Feira também gerou uma oportunidade de renda, um valor financeiro para obra.

“Educandos e profissionais da obra social colocam seus dons e talentos a serviço da fabricação de produtos artesanais, como por exemplo cuca, pães, bolo de pote, mini pizza, entre outros, e a venda desses produtos é revertido para obra”, ressalta Gilcéia.

As pessoas que ainda não são benfeitores têm a oportunidade de conhecer a Feira da Bondade, a obra social e o trabalho que ela realiza com os mais de 450 adolescentes e jovens que frequentam a Instituição no contraturno. Podem, assim, tornarem-se benfeitores e ajudar a esses jovens em situação de vulnerabilidade social e pobreza a encontrarem seu lugar na sociedade, tornando-se bons cristãos e honestos cidadãos.

Todo esse trabalho é embasado no sistema preventivo de Dom Bosco, um padre do norte da Itália que já em 1841, após se tornar padre, viu nos jovens mais pobres da cidade um ponto acessível para o bem.

O método pedagógico criado por Dom Bosco se baseia na participação do mestre na vida do aluno, “colocando-o na impossibilidade de cometer faltas”. Deve ser compreendido mais como um meio de manter juntos o educador e o educando do que como um plano de princípios e normas pedagógicas.

Convicto de que só a bondade educa, o sistema procura desenvolver as faculdades afetivas do educando, transferindo-lhe o sentido do dever pela continuidade das boas práticas.

Comentar