O que Dom Bosco nos ensina sobre ser missionário?
O que Dom Bosco nos ensina sobre ser missionário?

O que Dom Bosco nos ensina sobre ser missionário?

Em: 12/12/2022

Por: comunicacao

Categorias: Vocacional Blog


Quando o mandato de Jesus Cristo foi ouvido pelos apóstolos eles partiram para proclamar as Boas Novas. Eles partiam sem levar quase nada, mas tinham muito mais consigo do que poderiam guardar.

“E todo aquele que por minha causa deixar irmãos, irmãs, pai, mãe, mulher, filhos, terras ou casa receberá o cêntuplo e possuirá a vida eterna” (Mt 19, 29).

Desta forma, também vemos na vida de Dom Bosco e dos missionários salesianos. Ensinando e educando os jovens para evitar o pecado e buscar o céu, sendo enviados para anunciar o evangelho em terras mais distantes. Dom Bosco sonhou com a missão dos salesianos!

Ele carregou consigo o mesmo ardor missionário dos apóstolos.

Então, vamos lá! Tomar posse dessa mesma missão dada a toda igreja, pregando e ensinando a muitos pela Palavra de Deus e com o nosso exemplo? Continue lendo e descubra como ser missionário através de Dom Bosco.

Dom Bosco e o verdadeiro ardor pela missão

A missão e a vida de Dom Bosco foi uma fonte fecunda de muitas graças de Deus. E assim como os apóstolos, que deram início a toda ação missionária da Igreja, sempre mantinha o fogo do Espírito de Deus intacto.

A essência do que é um ser missionário é facilmente notada quando conhecemos  as expedições missionárias dada aos religiosos salesianos por Dom Bosco. Ele fala aos primeiros missionários que partiram para a missão na República da Argentina: Procurai almas e não dinheiro, honras, dignidades”.

Isso é o que deve arder no coração de um missionário, principalmente, quando viessem muitas perseguições e dificuldades. Dom Bosco sonhou com as missões nas Américas. Enxergava um campo de trabalho muito mais vasto do que na Patagônia, onde também enviara salesianos missionários.

Saiba mais sobre: Evangelização para jovens em 5 dicas práticas

Ao avistar as cordilheiras da América do Sul declarou que essas montanhas eram a messe oferecida aos salesianos. Milhares e milhões de habitantes que esperam ajuda, esperam a fé.

Com isso, não importa se o ambiente é totalmente desfavorável e cheio de dificuldades, sempre devemos carregar no peito o ardor missionário dos salesianos. Foi com esse ardor que Dom Bosco iniciou a sua obra.

Então, semeie a palavra de salvação nos terrenos mais áridos, na terra seca e pedregosa. Torne os corações com todas as suas forças uma terra habitada pelo Senhor.

Anuncie com o seu testemunho

O anúncio do Evangelho começa através do nosso testemunho missionário! Podemos ver isso em algumas das instruções que Dom Bosco deu aos primeiros missionários enviados para a América do sul:

“2. Usai de caridade e suma cortesia para com todos, mas evitai as conversas e a familiaridade com pessoas de outro sexo ou de procedimento suspeito. 3. Não façais visitas a não ser por motivo de caridade e necessidade. 4. Nunca aceiteis convites para refeições senão por gravíssimos motivos. Nesses casos, procurai ter um companheiro.” (cf. Salesianos Don Bosco, Escritos)

Ele instrui para evitar ocasiões que possam prejudicar os missionários e/ou a missão. Claramente Dom Bosco ensina, que o próprio testemunho do missionário atende ao anúncio do evangelho.

E foi isso que ele ensinou aos seus jovens missionários quando iniciou as suas obras, cuidando dos doentes e dos pobres. Pois, o testemunho de um missionário não é simplesmente evitar o pecado, ou as coisas vãs. Na verdade, é seu dever!

Desta forma, a vida missionária em si é um testemunho que conquista os corações dos homens. Os salesianos eram pobres nos vestimentos, na comida e nas posses materiais, contudo eram ricos de Deus.

É esse o testemunho que o missionário deve anunciar.

Confira também: A importância das Sagradas Escrituras no Oratório.

Seja dócil, mas também firme, como Dom Bosco

Muito se fala da doçura e alegria de Dom Bosco para com os jovens, mas ele também era um homem que tinha a doutrina firme. Ele ensinava a firmeza da doutrina católica e repudiava o mal, alertando aos jovens que se arrependessem para que não fossem condenados ao inferno.

Certamente, missionário não é só aquele que ouve o chamado e sobe à montanha para rezar pelas almas. Contudo, também é aquele que desce em busca de resgatar as ovelhas do Senhor de volta para o redil e para o caminho da salvação.

A essência do ser missionário é o cumprir com o seu próprio chamado, pois não existe missão sem unção. Sendo assim, a unção para a missão é dada àqueles que verdadeiramente ouvem o chamado de Cristo após sua ressurreição.

O missionário sempre está disposto a trabalhar

Um dos conselhos de Dom Bosco é fugir do ócio, ele deixou este ensinamento escrito em um de seus livros: o cristão preparado para a prática dos seus deveres.

Essa é a principal arma que o demônio utiliza para apagar o ardor de um missionário. Por isso os diversos conselhos de Dom Bosco aos salesianos enviados às chamadas expedições missionárias. O ócio é, também, nos dias de hoje algo que deve ser evitado com muito esforço.

E ainda afirma que: “O homem nasceu para o trabalho e quando o evita está fora de seu centro”. Através da vida de Dom Bosco percebemos que ele mesmo vivia desta forma. Não é à toa que sempre alertava aos seus jovens para evitar esse hábito, principalmente quando eram fortemente tentados.

Assim também é para a vida missionária de cada cristão – não devemos deixar que a tentação se apodere de nosso coração. De tal forma que, pelo trabalho ou pela oração, devemos logo nos livrarmos dela.

Por fim…

Ser verdadeiramente missionário é permitir que através da nossa vida se cumpra a essência de todo o chamado de Cristo para a sua Igreja. Assim como fez Dom Bosco, com ardor na pregação, nos seus ensinamentos e testemunho para realizar a sua missão.

Portanto, após concluir a leitura, NOS AJUDE A TRANSFORMAR VIDAS COM A SUA CONTRIBUIÇÃO PARA O FUNDO SOCIAL!

Sejamos missionários! São Dom Bosco, rogai por todos nós.

Comentar